18 de dezembro de 2013

Mancha aparece em mar após incêndio que atingiu navio na Bahia


18/12/2013 14h45 - Atualizado em 18/12/2013 14h47

Mancha aparece em mar após incêndio que atingiu navio na Bahia

Instituto de Meio Ambiente enviou técnicos ao local para avaliar mancha.


Falha no compressor da unidade de reliquefação pode ter causado fogo.

Do G1 BA
Comente agora
Uma mancha na Baía de Todos-os-Santos apareceu na manhã desta quarta-feira (18), após incêndio que tomou conta da unidade de reliquefação do navio Golden Miller, no Porto de Aratu, em Candeias, região metropolitana de Salvador.
O Instituto do Meio Ambiente e Recursos (Inema), enviou técnicos ao local para descobrir se a mancha é poluente ou não. A Capitania dos Portos da Bahia marcou coletiva no início da tarde desta quarta-feira, para se pronunciar sobre o caso.
O incêndio continua atingindo o navio, após 15 horas do primeiro foco. O fogo foi provocado após explosão na área interna da embarcação. As informações são da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba). Parte do local está interditado.

De acordo com a Codeba, equipes do Corpo de Bombeiros e da Marinha permancem no local do acidente na manhã desta quarta-feira (18) e tentam apagar os últimos focos de incêndio.
Incêndio em navio no Porto de Aratu ainda não foi totalmente controlado (Foto: Imagens/TV Bahia) 
Navio está ancorado no píer do terminal de
operação de gás (Foto: Imagens/TV Bahia)

As equipes que estão na região do acidente, segundo os militares da operação, aguardam a queima de todo o combustível existente na casa de máquinas do navio, a fim de evitar o risco de novas explosões. Apesar dos cuidados, não há possibilidade de que o fogo se propague para o resto da embarcação, informou a Codeba.

Por meio de nota, o Comando do 2º Distrito Natal afirma que dois dos quinze tripulantes que estavam a bordo do navio tiveram ferimentos leves. Eles receberam atendimento médico e "encontram-se em boas condições de saúde".

De acordo com a Codeba, uma falha no compressor da unidade de reliquefação do navio, que era carregado por gás propeno no momento do acidente, pode ter causado a explosão.
Incêndio em navio no Porto de Aratu ainda não foi totalmente controlado (Foto: Imagens/TV Bahia)Incêndio em navio no Porto de Aratu ainda não foi totalmente controlado (Foto: Imagens/TV Bahia)
Por causa do acidente, as atividades foram suspensas no terminal de gás e líquidos. Segundo a Codeba, o Porto de Aratu está operando apenas com o terminal de sólidos.
Incêndio atinge navio (Foto: Maiana Belo/G1)Tripulantes deixam navio com malas durante
incêndio (Foto: Maiana Belo/G1)
Explosão
Um morador da região informou ao G1 que viu o momento da explosão. "Eu estava na praia quando ouvi a explosão e vi uma nuvem de fumaça muito preta saindo do navio", disse Nadson do Carmo.
De acordo com o representante do armador do navio, Ludwig Silva, a embarcação não corre risco de explosão. O Comando do 2º Distrito Natal informou que será instaurado um inquérito administrativo, cujo prazo de conclusão é de 90 dias, para apuração das causas e responsabilidades do ocorrido.
Incêndio atinge navio (Foto: Reprodução/TV Bahia)Incêndio atinge navio carregado de gás no Porto de Aratu (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Incêndio atinge navio (Foto: Reprodução/TV Bahia)Fogo foi controlado uma hora após o incêndio (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Seguidores