11 de julho de 2013

ONU adota novos padrões de qualidade para frutas, vegetais e peixes

ONU adota novos padrões de qualidade para frutas, vegetais e peixes


Iniciativa da Comissão Codex Alimentarius busca proteger consumidores de todo o mundo; criando ainda guia sobre produtos que trazem na embalagem a informação "sem adição de sal".
Foto: FAO
Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 
A Codex Alimentarius, uma comissão da ONU sobre a indústria de alimentos, criou novos padrões internacionais de qualidade para frutas, vegetais e peixes.
Segundo a comissão, a meta é proteger a saúde dos consumidores em todo o mundo. A Codex adotou novas regras para prevenção e redução da toxina cancerígena ocratoxina A no cacau e na mandioca.
E. coli
Foi criado ainda um guia para evitar a contaminação microbiológica em frutas vermelhas. A comissão lembra que essas frutas, como morangos e amoras, fazem parte de uma dieta saudável, mas também já foram associadas a casos de hepatite A e contaminações com a bactéria E.coli
A Codex adotou várias normas para proteger os consumidores de fraudes e garantir boas práticas no comércio de frutas, vegetais frescos, como abacates, romãs, azeitonas, e peixes, incluindo peixes defumados.
Para promover uma alimentação saudável, a Codex definiu valores de referência de sódio e de gorduras saturadas, nutrientes associados a doenças crônicas.
Rótulos
Foi criado um guia para rótulos de alimentos que alegam ter pouco sódio ou gorduras saturadas ou trazem na embalagem a informação "sem adição de sal".
A comissão Codex Alimentarius é dirigida pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO e pela Organização Mundial da Saúde, OMS.
Os padrões da Codex servem de base para leis nacionais e como referência de segurança para o comércio internacional de alimentos. A comissão está comemorando 50 anos.

Seguidores