19 de maio de 2014

Setre realiza a 3ª Conferência Estadual de Economia Solidária

Setre realiza a 3ª Conferência Estadual de Economia Solidária

Este ano, o tema em debate é: “Construindo um Plano Nacional da Economia Solidária para promover o direito de produzir e viver de forma associativa e sustentável”.

Durante três dias, 21, 22 e 23, representantes dos empreendimentos de economia solidária da Bahia, do poder público e das incubadoras participam da 3ª Conferência Estadual de Economia Solidária, no Hotel Fiesta, no Bairro do Itaigara.  Promovida pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), através da Superintendência de Economia Solidária (Sesol), a reunião é preparatória para a 3ª Conferência Nacional prevista, entre os dias 26 e 29 de novembro, em Brasília.

Este ano, o tema em debate é: “Construindo um Plano Nacional da Economia Solidária para promover o direito de produzir e viver de forma associativa e sustentável”. Antes da 3ª Conferência Estadual foram realizadas 27 reuniões em todos os Territórios de Identidade do Estado, quando foram ouvidas as demandas regionais e realizado um balanço sobre os avanços, limites e desafios da Ecosol na Bahia. Participaram desses encontros duas mil pessoas, entre eles 1.750 (mil setecentos e cinquenta) representantes de Empreendimentos, Gestores Públicos, e de Assessoria e Fomento.

Delegados - Para a 3ª Conferência Estadual foram eleitos 322 delegados territoriais. Para representar a Bahia na 3ª Conferência Nacional serão escolhidos 100 delegados, que irão a Brasília, em novembro. O evento no Hotel Fiesta, dias 21, 22 e 23, pretende criar uma ampla discussão sobre o futuro da Economia Solidária no país, no estado e nos municípios, com diagnósticos, eixos de ação, e programas e projetos estratégicos. Além da formação de um modelo de gestão para o fortalecimento do setor.

“Esta 3ª Conferência Estadual é a chance do pequeno empreendedor contribuir para melhorar a política da economia solidária no estado, apresentando propostas para a construção de novas políticas públicas. Durante a conferência  acontecerá a  troca de experiência e, por isso, se configura também em um momento de formação”, destaca o Superintendente de Economia Solidária, Milton Barbosa.

Fortalecimento - Segundo ele, o tratamento dispensado pelo Governo do Estado para fortalecer a Economia Solidária na Bahia vem servindo de modelo.  “Temos consciência que a Economia Solidária é muito importante para o desenvolvimento econômico e social da Bahia. E o Governo do Estado vem apoiando e criando suportes para que as pessoas possam expandir os seus empreendimentos, gerando emprego e renda”.

Milton Barbosa lembrou que a realização das 27 Conferências Territoriais realizadas entre abril e maio foi uma tarefa árdua, principalmente porque mobilizou centenas de pessoas.  “A Bahia, hoje,  é um dos protagonistas  da Economia Solidária no Brasil. Fizemos questão de ouvir os seus atores, recebendo contribuições das mais diversas para os debates que vão acontecer agora durante a 3ª Conferência Estadual”.

16.05.2014
Ascom Setre

Seguidores