11 de setembro de 2013

Brigadistas prontos para combater incêndios florestais no Oeste da Bahia



Brigadistas prontos para combater incêndios florestais no Oeste da Bahia

Ascom Aiba


Os brigadistas voluntários do Projeto Piloto da Aiba já estão prontos para combater incêndios florestais. Eles concluíram às 40h de curso, ministradas por representantes do Inema e dos Bombeiros, onde tiveram aulas teóricas e práticas sobre primeiros socorros, educação ambiental, legislação, fiscalização, busca e salvamento, prevenção e combate a incêndios. A capacitação foi realizada entre os dias 26 e 30 de agosto, na base operacional do Projeto Piloto, em São Desidério.




Carregando abafadores, foices, enxadas, facões e mochilas especiais para o transporte de água, os 20 brigadistas entraram na mata para combater um incêndio simulado pelos Bombeiros. Para o Capitão Murilo, que ministrou o curso, este trabalho de capacitação e formação de líderes é fundamental, principalmente entre os meses de setembro e outubro, quando começam as queimadas no Oeste da Bahia. “A partir do momento em que se une forças, diminui o tempo-resposta de mobilização de equipes e combate aos incêndios. É uma ação importante para a proteção da biodiversidade e do patrimônio também”, afirmou o Capitão.

Para o brigadista voluntário, João Paulo Souza, representante da fazenda Rio Brilhante, o curso foi fundamental para quem trabalha no campo e que tem que conviver com a possibilidade das queimadas. “Foi muito válido o treinamento para ganharmos experiência e sabermos como agir em caso de incêndio. Agora, começa a temporada de queimadas e essas informações serão importantes”, disse João Paulo.

Somente na semana do treinamento, foram detectados pela unidade de monitoramento do Projeto Piloto, três focos de incêndio. Um avião sobrevoou a área, confirmou a informação, a brigada de São Desidério foi acionada e debelou o incêndio. Agora, com a própria equipe de brigadistas treinados, o Projeto Piloto terá toda sua estrutura de equipamentos e pessoas trabalhando de maneira integrada, inclusive com os órgãos ambientais estaduais e municipais.
“Cada um dos brigadistas voluntários será um agente multiplicador na fazenda onde trabalha. Com o Projeto Piloto, teremos equipes treinadas que serão acionadas sempre que necessário, dando uma resposta rápida e eficiente no combate aos incêndios”, explicou Alessandra Chaves, diretora de Meio Ambiente da Aiba.

A criação do Projeto Piloto da Brigada de Combate a Incêndios foi articulada pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) em parceria com a secretaria de Meio Ambiente e Turismo de São Desidério, secretaria estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema) e o Instituto de Meio Ambiente (Inema).


http://www.jornalnovafronteira.com.br/?p=MConteudo&i=9422



Seguidores