23 de outubro de 2013

ENCALHES DE BALEIAS GERAM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA


Negligência das prefeituras no descarte das carcaças em decomposição preocupa entidade ambientalista.
Por: REDAÇÃO
 

Carcaças devem ser descartadas adequadamente

 
A Bahia é o estado com maior número de encalhes de baleias jubartes nas praias. O Projeto Baleia Jubarte registrou, até o momento, 46 encalhes destes animais, sendo 27 na Bahia.

Do total de ocorrências, 17 encalhes ocorreram com filhotes de baleias jubarte e nove animais encalharam com vida (dois jovens e sete filhotes).

DESTINAÇÃO DAS CARCAÇAS
O projeto lembra da importância da participação dos órgãos públicos locais na destinação das carcaças.

"Temos um grande problema quando o animal encalha em área habitada. Quem sofre as consequências da negligência dos gestores públicos é a população que reside no local. Além do odor forte em virtude da decomposição, existem riscos de saúde pública pelo contato com a carcaça. É preciso essa parceria para que o trabalho seja concluído", diz a médica veterinária Adriana Colosio.

De junho até setembro, diversas baleias jubartes foram encontradas em praias da região extremo sul da Bahia, nos municípíos de Porto Seguro, Cabrália, Prado e Nova Viçosa.

O contato com o Projeto Baleia Jubarte no sul da Bahia pode ser feito pelos telefones: (73) 3297-1340 e (73) 8802-1874.

Seguidores