9 de agosto de 2013

Biólogo foi assassinado devido as denúncias ambientais.



Com marcas de tiros na cabeça, foi encontrado boiando em uma cachoeira no Parque estadual Cunhambebe, em Rio Claro, o corpo do biólogo espanhol  Gonzalo Alonso Hernandez, de 49 anos. O delegado da 168ª DP, Marco  Antônio Alves, que investiga o caso, afirmou para o Jornal O Globo que
as denúncias ambientais que o biólogo fazia na região são os motivos  mais prováveis para o assassinato.

Em depoimento à polícia, a viúva de Gonzalo, Maria de Lurdes Pena  Campos, afirmou que ele brigava com caçadores e palmiteiros ilegais da  região. Gonçalo vivia num sítio dentro do parque estadual Cunhambebe,
unidade de conservação administrada pelo Inea.

http://oglobo. globo.com/ rio/biologo- espanhol- encontrado- morto-no- sul-fluminense- 9381941


http://www.oeco. org.br/noticias/ 27455-biologo- que-denunciava- crimes-ambientai s-e-encontrado- morto 

Seguidores