29 de abril de 2013

Adab e PRF fiscalizam o trânsito animal, vegetal e de produtos agropecuários nas rodovias da Bahia

 
Por: Ascom/Adab
 
A Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria de Agricultura, e a Polícia Rodoviária Federal realizaram uma fiscalização de trânsito entre os dias 16 e 19 deste mês, nas BRs 101 e 116. O objetivo da ação conjunta foi coibir as fraudes, as falsificações e adulterações nos documentos sanitários e evitar o trânsito dos produtos clandestinos.
Durante os 4 dias de atividade 513 veículos foram abordados com a apreensão  de 7 toneladas de produtos impróprios para consumo, entre carne (bovina e ovina), vegetal (citros, banana e palma) e produtos lácteos (queijo e leite).
Também foram autuados os responsáveis por transportar 20 animais sem Guia de Trânsito Animal (GTA) e 15 por cargas de vegetais sem Permissão de Trânsito Interna de Vegetais (PTIV). Para o coordenador regional da Adab em Feira de Santana, Aurino Soares, a fiscalização do trânsito de produtos agropecuários que circulam no Estado constitui um importante alicerce para as ações da Defesa Agropecuária, evitando a introdução e disseminação de pragas e doenças.
“Fiscalizar o trânsito de animais nas estradas contribui para a melhoria dos serviços de barreiras sanitárias móveis e fixas realizadas pela Adab, garantindo a sanidade do rebanho baiano”, ressalta o coordenador de Barreiras Sanitárias, Roberto Gama Pacheco.
Também participou da fiscalização o Núcleo de Operações Especiais (NOE) da PRF, garantindo maior eficiência na operação. “Para o bom desenvolvimento das ações de defesa agropecuária é muito importante à parceria com instituições sérias que também tem interesse nas questões de segurança nacional como a PRF e seu NOE”, finaliza o diretor geral da Agência, Paulo Emílio Torres.
A equipe da Adab, coordenada pelo Departamento de Barreiras Sanitárias e pela Coordenadoria Regional em Feira de Santana, estava composta por 22 profissionais, entre Fiscal Estadual Agropecuário e Auxiliar de Fiscalização, que descartaram todas as apreensões no aterro sanitário.

Seguidores