6 de novembro de 2013

Desenvolvimento da cidade e urbanismo são discutidos em Salvador

 
urbBA [13] acontece entre os dias 6 e 8 de novembro, na Faculdade de Arquitetura da UFBA
 
Com o objetivo de discutir o desenvolvimento da cidade contemporânea, acontece nos dias 6, 7 e 8 de novembro a terceira edição do seminário Urbanismo na Bahia, o urbBA [13]. O evento será realizado na Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (FAU-UFBA), sempre a partir das 9h, e tem inscrições gratuitas. Os interessados em participar podem se inscrever pelo sitewww.urbba13.blogspot.com.br.
 
O seminário tem como tema “Cidade Contemporânea: Utopias, Distopias, Heterotopias” e discute o urbanismo contemporâneo, entendendo essa área de atuação enquanto uma das instâncias de constituição do mundo comum, da esfera pública e do espaço público.
 
“O urbBA busca debater, de forma multidisciplinar, os processos de transformação das cidades baianas, e sensibilizar um público mais amplo para os inúmeros projetos urbanos atualmente propostos, de forma a fazer convergir uma demanda aprofundada por democracia da política urbana e o desejo por cidades plenas de vida pública e de espaços comuns”, explica Ana Fernandes, professora da FAU-UFBA e uma das coordenadoras do evento.
 
Na discussão, estão questões atuais e de relevância nacional, como os levantes populares ocorridos durante a Copa das Confederações; os movimentos sociais e a mobilidade urbana em Salvador; e os conflitos e impactos gerados com os grandes investimentos e transformações territoriais na Bahia, a exemplo da Ferrovia Oeste-Leste, do Estaleiro Enseada do Paraguaçu e de projetos na Baía de Todos os Santos, como a ponte Salvador-Ilha de Itaparica.
 
“Nós propomos discutir qual a cidade que queremos, qual o caminho das cidades e quais outros caminhos o campo do urbanismo oferece”, explica Luiz Antônio, professor do curso de Urbanismo da Universidade Estadual da Bahia (UNEB) e um dos coordenadores do urbBA [13].
 
Programação
 
A programação do urbBA [13] contempla mesas redondas, conferências e sessões temáticas. As conferências acontecem nos três dias de evento, das 18h30 às 19h30, e trazem os professores James Holston, da University of California (UC Berkeley), Adriano Pilatti, da PUC-Rio e Universidade Nômade, e Massimo Canevacci, da Università di Roma.
 
Holston abre a série de conferências no dia 6 de novembro. Com o tema “Cidades e Cidadania Insurgentes”, ele vai analisar mecanismos perpetuadores de desigualdades que são geradas no Brasil e a formulação de uma cidadania insurgente por meio de lutas pelo direito à cidade: lutas por moradia, terra e vida digna nas periferias urbanas. O professor também vai discutir por que a democracia resultante desses processos continua a reproduzir disparidades e a relação entre este resultado e as manifestações urbanas de junho de 2013.
 
No dia 7, o pesquisador e professor Adriano Pilatti, da PUC-Rio e Universidade Nômade, vai ministrar a conferência “Política, Cidade e Jornadas de Junho”. Entre as questões que serão abordadas estão: poder constituinte, trabalho imaterial e nova composição do trabalho, cidade como espaço biopolítico e produtivo, o global, o local e as lutas e Brasil Maior e os levantes da multidão, sobre as manifestações populares ocorridas durante a Copa das Confederações do Brasil.
 
No dia 8, o professor italiano Massimo Canevacci vai encerrar a terceira edição do o urbBA[13], com a conferência “Metrópole comunicacional”. Canevacci vai discutir a questão da metrópole comunicacional, que se caracteriza pelas relações entre a expansão digital e a tríade comunicação-cultura-consumo, e como, nesse contexto, a autorrepresentação de subjetividades excluídas emerge nas práticas cotidianas.
 
Os participantes do evento também poderão conferir s mesas redondas, que acontecem nos três dias durante a manhã, das 9h às 12h30, e discutem os temas: “Cidade, Política e Redes”, “Grandes Investimentos e Transformações Territoriais: Possibilidades e Conflitos”, “Movimentos, Territórios Excêntricos e Conquistas na Cidade” e “Utopias, Contraespaços, Cidades”.
 
Já as sessões temáticas acontecem das 14h às 18h, e trazem autores para discutir sobre as questões “Urbanização em Processo”, “Produção contemporânea do espaço, projetos de urbanismo e a (des)construção do comum” e “Urbanismo e Regulação”. Serão apresentados ao todo 51 trabalhos de pesquisadores de todo o país.
 
De acordo com Ângela Franco, professora do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos da UFBA e presidente da Comissão Científica do urbBA [13], será apresentada, nos três dias de evento, uma coleção diversificada de trabalhos sobre a cidade atual, selecionados e distribuídos nas 15 sessões temáticas que compõem o seminário. “Tais sessões têm como discussões mais recorrentes as que giram em torno das novas formas de mobilização urbana articuladas às redes sociais; da atuação dos agentes do mercado imobiliário, dos instrumentos de regulação urbana e nos novos projetos de reestruturação urbana; e das novas sociabilidades e vivências urbanas articuladas à era informacional”, conta.
 
Realização
 
O urbBA [13] é uma realização do Grupo de Pesquisa Lugar Comum, do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura da UFBA, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), do Curso de Direito da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e do Curso de Comunicação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). O evento conta também com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Bahia (CAU), e colaboração do Instituto de Arquitetos do Brasil, Departamento da Bahia (IAB-BA), Sociedade Brasileira de Urbanismo (SBU) e Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).
 
Serviço
 
O que: Seminário Urbanismo na Bahia, o urbBA [13]
Quando: 6, 7 e 8 de novembro
Onde: Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (Rua Caetano Moura, n° 121, Federação)
Quanto: Gratuito
Para participar: inscrições pelo site www.urbba13.blogspot.com.br

Seguidores