5 de junho de 2013

PUBLICADO NOVO NÚMERO DA REVISTA ORNITHOLOGIA.
EDIÇÃO ESPECIAL: AVES EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO.

O conjunto de Unidades de Conservação brasileiras é importante para manutenção da riqueza da avifauna nacional e para a proteção das espécies consideradas como endêmicas, ameaçadas e vulneráveis? As Unidades de Conservação, em suas diferentes categorias, abrigam um conjunto importante e representativo das Aves para os diferentes biomas? A divulgação e produção de conhecimento científico que ajude a responder a estas perguntas é bastante relevante para a gestão da biodiversidade brasileira e o CEMAVE/ICMBio através de sua revista científica procura fomentar este tema. Lacunas de conhecimento sobre a representatividade de espécies da avifauna e sua importância nas Unidades de Conservação existem para todos os biomas. Além disso, para que seja possível verificar o estado atual de conservação das populações presentes nas Unidades de Conservação, é necessário ter informações sobre a abundância das espécies nessas áreas, bem como informações ecológicas sobre as mesmas nos ambientes protegidos. Este conhecimento ao ser disponibilizado e compartilhado com a sociedade e com os gestores da Unidade de Conservação permite a proposição de estratégias para garantir a manutenção das espécies de aves e suas importantes interações que permitem a manutenção da integridade dos ambientes das Unidades de Conservação.

A revista ORNITHOLOGIA, o periódico científico do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres – CEMAVE/ICMBio, lança esta semana seu novo número especial que destina-se a publicar artigos e comunicações científicas que abordem temáticas relacionadas às aves silvestres em Unidades de Conservação. O versão eletrônica publicada deste número está disponível no link http://cemave.net/ornithologia/index.php/ornithologia/article/view/178/95.

Ressaltamos que a revista Ornithologia oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento e subsidia os processos de gestão e conservação da biodiversidade.

A Editoria deste número especial ficou a cargo da Dra. Márcia Cristina Pascotto, do Laboratório de Ornitologia - ICBS/Campus Universitário do Araguaia, Universidade Federal de Mato Grosso, Brasil e da equipe do CEMAVE. Esta publicação somente foi possível também com o apoio imprescindível do grupo de especialistas de notório saber ornitológico que revisa todos os manuscritos submetidos.

Números anteriores da revista, assim como informações sobre como submeter novos artigos estão disponíveis no site http://cemave.net/ornithologia/index.php/ornithologia
18

Seguidores