7 de outubro de 2014

SFB divulga Relatório de Gestão de Florestas Públicas


SFB divulga Relatório de Gestão de Florestas Públicas
SFB divulga Relatório de Gestão de Florestas Públicas
O relatório apresenta dados sobre o mapeamento das florestas públicas, o andamento das concessões florestais federais e sobre os recursos aplicados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal

Está disponível aqui o Relatório de Gestão de Florestas Públicas – 2013. O documento relata as principais ações que vem sendo desenvolvidas pelo Serviço Florestal Brasileiro (SFB), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, que tem como missão promover o uso econômico e sustentável das florestas.
No documento são apresentados os avanços nos processos de concessões florestais federais, dados do Cadastro Nacional de Florestas Públicas (CNFP) e informações sobre a aplicação de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal (FNDF), no decorrer do ano passado.
De acordo informações do CNFP apresentadas no Relatório, o Brasil possui mais de 310 milhões de hectares de florestas públicas, o que corresponde a cerca de 37% do território nacional. As áreas estão sob gestão da união, dos estados e dos municípios e apresentam diversos tipos de usos, indo desde a conservação da biodiversidade até o manejo sustentável de espécies madeireiras e não-madeireiras.
O Relatório de Gestão 2013 também apresenta os avanços nos processos de concessões das florestas públicas federais, com destaque para a publicação de três editais de concessões para as Florestas Nacionais de Crepori, Amana e Altamira, todas no Pará; para a assinatura do contrato de concessão na Flona de Jacundá (RO) e para a ampliação da produção nas Flonas de Jamari (RO) e Saracá-Taquera (PA).
Parte das arrecadações obtidas através das concessões é destinada ao Fundo Nacional de Desenvolvimento Florestal. No decorrer do ano de 2013, o Fundo viabilizou, através de parcerias e recursos próprios, a aplicação de cerca de R$ 3,5 milhões em 65 projetos de fortalecimento do manejo florestal comunitário e da gestão de negócios madeireiros nos biomas da Amazônia, Caatinga e Cerrado.
Segundo o diretor-geral substituto do SFB, Marcus Vinicius Alves, mais do que atender a um comando legal, o Relatório de Gestão das Florestas Públicas faz parte de uma estratégia de comunicação do SFB, que tem dentre seus valores a transparência e a participação social e cooperação. “Esse relatório é mais um canal do Serviço Florestal para divulgar dados relevantes aos tomadores de decisão e prestar contas a sociedade sobre como estão sendo geridas as florestas públicas brasileiras”, afirmou.

Contato para a imprensa
Serviço Florestal Brasileiro
Assessoria de Comunicação
(61) 2028-7130/ 7293
comunicacao@florestal.gov.br
Siga-nos no Twitter: sfb_florestal
Facebook: florestal.gov
Youtube: SFBflorestal

Seguidores