27 de janeiro de 2012

1ª conferencia de Meio Ambiente

Lauro de Freitas vai realizar 1ª Conferência de Meio Ambiente

Nos dias 30 e 31 de janeiro, Lauro de Freitas realiza a 1ª Conferência de Meio Ambiente, no Marina Riverside, Portão. O objetivo é fortalecer as políticas ambientais no município fomentando a participação popular. Com o mesmo tema das edições territorial e estadual, “Integração das Políticas de Meio Ambiente e Recursos Hídricos”, o evento reunirá poder público, organizações da sociedade civil, setor empresarial, colegiados e conselhos de meio ambiente.

As inscrições para observador/participante, convidado ou delegado podem ser feitas no site do Departamento de Comunicação da prefeitura: www.imprensalauro.com.br ou pelo email dga.laurodefreitas@hotmail.com.

Para ser delegado, é necessário morar ou trabalhar em Lauro de Freitas. A conferência vai indicar 15 delegados para a Conferência Territorial e os representantes que contribuirão com a Rio+20, evento da ONU que reunirá líderes do mundo todo em junho no Rio de Janeiro, 20 anos após a Eco92.

A iniciativa é da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Saneamento e Recursos Hídricos (Smarh) juntamente com o Conselho Municipal de Política Ambiental Integrada (Compai). A Comissão Organizadora é formada por dois representantes do Executivo, dois do Legislativo e quatro da sociedade civil.

A conferência terá quatro eixos de discussão: Preservação, conservação e uso dos recursos naturais; Fortalecimento da Educação Ambiental e do exercício da cidadania; Elevar a capacidade institucional e estabelecer sistemas interativos de gestão e controle; e Incentivo a estudos e pesquisas voltadas às práticas de uso sustentável dos recursos naturais.

Para a presidente da Comissão Organizadora e diretora de Gestão Ambiental (DGA) da Smarh, Bernadete Argolo Bitencourt, a edição de Lauro de Freitas atende aos requisitos da Estadual. “Espaço mais democrático do que uma conferência para mim não existe. Esta será a minha maior realização aqui no município”. Ela acredita que o evento será “um marco” na cidade, por “congregar o governo e a sociedade civil em busca da sustentabilidade”.

FONTE: ARATU ON LINE

Seguidores