10 de novembro de 2014

Ciência sem Fronteiras oferece doutorado em universidades canadenses

Convênio é formado por diversas instituições nas áreas de tecnologia e inovação. Inscrições online abertas
 
por Portal Brasil  
 

O Consórcio de Universidades Canadenses (Caldo) oferece centenas de vagas para os estudantes que desejam ser bolsistas do programa Ciência sem Fronteiras (CsF). Para participar o candidato deve se inscrever mediante preenchimento do formulário de inscrição.

O consórcio Caldo é formado pelas mais conceituadas universidades do Canadá nas áreas de Tecnologia e Inovação: University of Alberta, Université Laval,  Dalhousie University, Universidade de Calgary, University of Ottawa, Queens University, University of Saskatchewan, Western University e University of Waterloo.
O CsF oferecerá, além da bolsa de 1,4 mil dólares canadenses, por até 48 meses, o seguro saúde, as passagens, o auxílio instalação e as taxas escolares.

Além de preencher o formulário, os interessados em participar da seleção devem enviar uma carta de intenções (Statement of Purpose) em inglês ou francês, o diploma ou certificado de conclusão do mestrado com o histórico escolar, além de currículo atualizado na Plataforma Lattes.

De acordo com o programa CsF, as universidades do consórcio são flexíveis quanto a exigência do nível do idioma, aceitando vários testes de proficiência em inglês e francês, podendo estes serem ainda realizados após a aprovação da alocação.

Saiba mais

Ciência sem Fronteiras é um programa que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional.

A iniciativa é fruto de esforço conjunto dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), por meio de suas respectivas instituições de fomento – CNPq e Capes –, e Secretarias de Ensino Superior e de Ensino Tecnológico do MEC.

O projeto prevê a utilização de até 101 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio, de forma que alunos de graduação e pós-graduação façam estágio no exterior com a finalidade de manter contato com sistemas educacionais competitivos.

Fontes:
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
Ciência sem Fronteiras
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil



TEXTO DO PORTAL BRASIL
CC BY ND 3.0 Brasil

Seguidores