11 de julho de 2014

Programa de apoio ao desenvolvimento socioeconômico abre inscrições

Pós-graduação

Projetos de pesquisa sobre a realidade social e econômica no País podem ser encaminhados até 17 de outubro
 
por Portal Brasil  
 
O Programa de apoio à Pós-Graduação e à Pesquisa Científica e Tecnológica em Desenvolvimento Socioeconômico no Brasil (PGPSE) abriu, na última quinta-feira (10), as inscrições para projetos que cumprirem requisitos descritos no edital. O prazo segue até 17 de outubro. 
Objetivo do programa  da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) é fomentar a cooperação entre instituições civis para implementação de projetos voltados ao ensino, à pós-graduação e ao desenvolvimento de projetos de pesquisas científicas e tecnológicas e à formação de recursos humanos qualificados.
Os projetos devem contemplar áreas ligadas ao desenvolvimento socioeconômico no Brasil. Os trabalhos devem discutir o processo integral que combina, simultaneamente, o crescimento sustentável e a transformação das bases técnicas do sistema produtivo com a crescente redução das desigualdades sociais.
Além disso, os trabalhos poderão analisar o aperfeiçoamento da democracia e a afirmação dos interesses estratégicos nacionais e da soberania do Estado brasileiro em todas as suas dimensões.
Inscrições
As propostas deverão ser enviadas para a Fundação Capes em duas vias, uma impressa, por correio, e a outra digitalizada em formato PDF, para e-mail pgpse@capes.gov.br.
Áreas prioritárias
O programa oferece uma diversidade de temas de estudo aplicáveis e terão prioridade os trabalhos enviados que dissertam sobre:

  • Economia política do desenvolvimento e a nova divisão internacional do trabalho;
  •  Estado, sociedade e desenvolvimento;
  • Geopolítica;
  • Dinâmica econômica, distribuição e desenvolvimento social;
  • Política industrial;
  • Amazônia sul-americana e desenvolvimento brasileiro;
  • Soberania, política e desenvolvimento;
  • Infraestrutura logística (transporte e comunicações).
Requisitos
Para participar os projetos devem ser constituídos por grupos de pesquisa que demonstrem comprometimento. Além disso, os aprovados deverão desenvolver parcerias com diferentes instituições de ensino avaliadas com nota igual o superior a cinco pela Capes. 
Benefícios
Aos projetos aprovados serão financiados itens para missões de estudo e missões de pesquisa e docência.
São financiáveis os seguintes itens:
  • bolsa, com prazo de implementação e duração vinculados ao de vigência do projeto, nas modalidades constantes do edital;
  • passagens aéreas, adquiridas na classe econômica e tarifa promocional, para missões de estudos e de pesquisa, no Brasil ou no exterior, e de docência no país para pesquisadores qualificados;
  • diárias para missões de pesquisa e docência, conforme legislação vigente;
  • despesas de custeio relacionadas às atividades do projeto.
O resultado final está previsto para ser divulgado em fevereiro de 2015 e a implementação dos auxílios a partir de março do mesmo ano.
Fonte:
Capes 
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons CC BY ND 3.0 Brasil CC BY ND 3.0 Brasil

Seguidores