26 de julho de 2012


IBP suspende certificação da RLAM após vazamento de benzeno

IBP suspende certificação da RLAM após vazamento de benzeno
O Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), com sede no Rio de Janeiro, decidiu aplicar uma suspensão cautelar à PetrobrasRefinaria, a partir desta quarta (25), até que a empresa envie um relatório detalhado com as conclusões sobre as causas do vazamento de benzeno na Refinaria Landulpho Alves (RLAM) , denunciado pelo Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA). O IBp encaminhou o documento ao gerente de Inspeção de Equipamentos da refinaria, Simon Narbal Pastor Ramos. A decisão determina a suspensão até que a RLAM envie um relatório detalhado com as conclusões sobre as causas do acidente e do possível envolvimento do Serviços Próprios de Inspeção de Equipamentos (SPIE). A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE)  já anunciou a interdição da Unidade 30 (U-30)  da refianaria  localizada em São Francisco do Conde, no Recôncavo baiano.

Seguidores