2 de janeiro de 2014

Centro de Monitoramento de Desastres Naturais realiza concurso para carreiras de pesquisa e desenvolvimento tecnológico e gestão, planejamento e infraestrutura em ciência e tecnologia

Cemaden abre 75 vagas para seu primeiro concurso público efetivo 
 
O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) publicou nesta segunda-feira (30) editais de concurso público do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), com 20 vagas de analista em ciência e tecnologia, 40 de tecnologista e 15 de pesquisador, para trabalhar em São José dos Campos (SP), Cachoeira Paulista (SP) ou outra cidade brasileira onde o centro vinculado à Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento (Seped) do MCTI desenvolva atividades. Para todos os cargos, o concurso compreende prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório, e análise de títulos e currículo. O processo seletivo será realizado somente no interior paulista. Os vencimentos básicos variam de R$ 4.206,33 a R$ 4.773,04, mas os salários podem chegar a até R$ 10.716,04, com acréscimo de retribuição por titulação, gratificação de desempenho de atividade de ciência e tecnologia e, em certos casos, adicional noturno.
Pesquisador
O Edital 1 trata do cargo de pesquisador, que exige doutorado em áreas como agronomia, biologia, ciências atmosféricas, engenharias e geociências. As 15 vagas se dividem pelas especialidades de geodinâmica e geologia (três), hidrologia (três), meteorologia (duas), desastres naturais (três), agrometeorologia (uma), fogo, vegetação e desastres (uma) e modelagem de desastres naturais (duas).
A remuneração para o cargo tem vencimento básico de R$ 4.773,04, retribuição por titulação de R$ 4.161,00 e gratificação de desempenho de até R$ 1.782,00, podendo totalizar R$ 10.716,04. Os candidatos devem se inscrever de 3 de fevereiro a 14 de março. A prova escrita está prevista para 13 de abril.
Tecnologista
As 40 vagas de tecnologista se distribuem por oito cargos, entre jornadas de trabalho de 40 horas semanais, a exemplo da posição de pesquisador, e turnos de seis horas por dia e 36 por semana, em escala operacional de revezamento, já que o Cemaden funciona em tempo integral. De acordo com o Edital 2, os candidatos precisam de título de mestre ou três anos de experiência, após a graduação, em atividade de pesquisa e desenvolvimento na área específica.
São oito vagas para a especialidade de geodinâmica ou geologia de desastres naturais, oito para extremos hidrológicos, oito para extremos meteorológicos, oito para desastres naturais, cinco para tecnologia da informação (TI) e três para engenharia, cada uma em determinada área de atuação – desenvolvimento de projetos de sistemas de aquisição de dados ambientais, infraestrutura predial e TI, supercomputação e infraestrutura.
O salário é composto por vencimento básico de R$ 4.206,33, gratificação de desempenho de até R$ 1.635,00, adicional noturno e retribuição por titulação (aperfeiçoamento, especialização, mestrado ou doutorado). Tecnologistas com doutorado podem receber R$ 9.490,33. As inscrições ficam abertas de 3 de fevereiro a 11 de março. A data provável para a prova escrita é 6 de abril.
Analista
De acordo com o Edital 3, a seleção para analista em ciência e tecnologia envolve provas objetivas e discursivas, previstas para 27 de abril, e avaliação de títulos. As especialidades para as 20 vagas disponíveis são comunicação social em desastres naturais (uma), gestão e articulação interinstitucional (cinco), gestão administrativa (quatro), recursos humanos (quatro), gestão orçamentária e financeira (quatro) e administração e serviços de infraestrutura (duas).
O vencimento básico é de R$ 4.206,33, mas gratificação de desempenho e retribuição por titulação podem elevar o salário da categoria para R$ 9.490,33. O período de inscrições começa em 10 de fevereiro e termina em 17 de março.
 

Seguidores