27 de dezembro de 2012

17/12/2012Estudantes de cursos de saúde de Salvador participam de campanha da Anvisa

Sirleia Araújo
Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação


Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), cerca de 20% dos medicamentos adquiridos no Brasil são descartados de forma inadequada no ambiente doméstico, o que pode ocasionar graves problemas à saúde e ao meio ambiente.

Atento a esse problema de saúde pública, os estudantes dos cursos da área de saúde da UNEB, vão participar da divulgação da Campanha Descarte de Medicamentos, foi lançada no dia 18/12, na sede do Conselho Regional de Farmácia do Estado da Bahia (CRF-BA).
Os discentes vão participar de ações nas comunidades do bairro do Cabula e regiões adjacentes com o intuito de orientar a população sobre as precauções que devem ser tomadas no momento do descarte de remédios. Durante as intervenções, os estudantes vão promover oficinas e distribuir panfletos, cartazes e folders.
“Nesta oportunidade pretendemos conscientizar a população sobre a importância do uso racional dos medicamentos e do correto descarte. Os estudantes que participarem vão agregar muita experiência à sua formação profissional e acadêmica”, destaca a professora Mila Pacheco, representante da UNEB na campanha.
A campanha integra as iniciativas do Programa Descarte Consciente, iniciativa organizada em nível estadual organizada pelo Grupo Técnico de Medicamentos (GTM) da Bahia, formalizado pelo Ministério Público Estadual (MPE). A equipe é responsável por produzir estudos de viabilidade técnica e econômica e avaliação dos impactos sociais do problema.
O descarte incorreto de medicamentos pode provocar a contaminação dos recursos hídricos, aquíferos, lençóis freáticos, rios e também do solo, sobretudo, por conta do despejo em aterros sanitários, poluição causadora de doenças de diversas espécies da fauna e flora local.
Informações: DCV/Campus I – tel. (71) 3117-2290.
http://www.uneb.br/2012/12/17/estudantes-de-cursos-de-saude-de-salvador-conscientizam-populacao/

Seguidores