25 de agosto de 2012


SEMA noticias

Código florestal e a restauração de áreas degradadas em pauta no Projeto Diálogos Ambientais da Sema.

A restauração de áreas degradadas diante do novo Código Florestal Brasileiro será o assunto em discussão no Projeto Diálogos Ambientais, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), na próxima terça-feira (28). A iniciativa ganha o reforço da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e do Ministério Público Estadual, que estarão trazendo o doutor em Biologia Vegetal pela Unicamp, Ricardo Ribeiro Rodrigues, especialista no tema em pauta na primeira edição do projeto, deste ano, que será realizará no Instituto de Biologia, Campus Ondina.

Segundo a diretora de Estudo Avançados de Meio Ambiente da Sema, Kitty Tavares, a parceria com a Universidade Federal da Bahia e o Ministério Público Estadual une o projeto Seminários Novos e Velhos Saberes, do Instituto de Biologia da UFBa, ao Diálogos Ambientais, da Sema com o objetivo de difundir o conhecimento ambiental. “Nossa proposta é a interação entre diversos segmentos e atores sociais, visando a sustentabilidade socioambiental na Bahia, afirma Tavares.

Diálogos - O Projeto Diálogos Ambientais é uma série de debates, aberto ao público, com o objetivo de estimular na sociedade a discussão sobre temas relacionados ao Meio Ambiente. Foi criado pela Sema, a partir da fusão dos programas: o Quintas-Feiras Ambientais, que era desenvolvido pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) e o Diálogo das Águas, uma realização do Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá).

Com as mudanças ocorridas na reestruturação da Sema, no início de 2011, das duas autarquias, IMA e Ingá, foi formado o Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Em ambos programas o principal objetivo era a promoção do conhecimento mediante a troca de informações técnico-científicas e a interação de diversos segmentos e atores sociais. As palestras são gratuitas.

Ricardo Ribeiro Rodrigues é graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Campinas, onde também fez mestrado e doutorado em Biologia Vegetal. Em 1999, recebeu o título de pós-doutor pela Universidade de São Paulo, onde, atualmente, é professor.

Serviço:
O quê: Palestra “Código Florestal Brasileiro e a restauração de áreas degradadas”
Local: Instituto de Biologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Campus de Ondina.
Horário: 18h30
Fonte: Ascom Sema


O Código Florestal e a restauração de áreas degradadas: uma rede dentro da rede



Seminário Novos e Velhos Saberes é uma atividade continuada, resultante da atividade em rede dos programas de pós-graduação do Instituto de Biologia, nomeadamente, Ecologia e Biomonitoramento, Diversidade Animal e Genética e Biodiversidade. Para a próxima edição, programada para o dia 28 de agosto, às 18h30, no Instituto de Biologia da Ufba, essa rede foi alargada com a inclusão da Secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia (Sema)Núcleo Mata Atlântica do Ministério Público do Estado da Bahia, e os Diálogos Ambientaisprograma promovido pela Sema, aberto ao público,  com o objetivo de estimular na sociedade a discussão sobre temas relacionados ao Meio Ambiente, e programou o seminário do Prof. Ricardo R. Rodrigues, professor-titular do Departamento de Ciências Biológicas da Esalq/Universidade de São Paulo, e coordenador do Laboratório de Ecologia e Restauração Florestal www.lerf.esalq.usp.br

Em sua palestra o Prof. Ricardo enfocará aspectos do Novo Código que interferem nas bacias hidrográficas, onde suas zonas úmidas e várzeas, zonas altamente produtivas foram drenadas, a complacência da sociedade face ao avanço do agro-negócio, e os serviços ecológicos oferecidos pelas florestas. Ainda analisará aspectos negativos da nova proposta, onde o florestal do código, significa, desflorestar. No dia 29 de agosto, ainda no Instituto de Biologia haverá uma oficina de trabalho sobre o tema “Restauração Ecológica em Áreas Degradadas”, com representantes da academia, membros do Ministério Público do Estado da Bahia e técnicos da área de meio ambiente. Solicitamos que a confirmação de comparecimento ao evento seja feita por meio do endereço eletrônico numa@mp.ba.gov.br ou pelo telefone 71-3103-6482 com a Sra. Tatiana Galrão ou ainda com o Prof. Eduardo Mariano (marianon@gmail.com).

Seguidores