21 de março de 2012

Projeto planta cinco mil mudas em área que circunla o Polo Industrial de Camaçari

Camaçari Notícias com assessoria
A meta da Fábrica de Florestas é plantar pelo menos 50 mil mudas em 2012

O projeto Fábrica de Florestas – iniciativa com foco na manutenção e reflorestamento da área verde que circunda o Polo Industrial de Camaçari.- inicia no dia 19 de março, Dia de São José, o seu calendário de plantio para o ano de 2012. Neste dia, representantes das comunidades dos municípios de Camaçari e Dias D’Avila, entre estudantes, representantes de empresas e de associações, se reúnem para plantar cerca de 5.000 mudas patrocinadas pela Deten Química.

A meta do Fábrica de Florestas para este ano é produzir 300 mil mudas e restaurar mais 20 hectares, com o plantio de, pelo menos, 50 mil mudas, como informa a engenheira florestal e coordenadora do projeto, Loyane Borges. Ela explica que a iniciativa dará continuidade ao processo de restauração iniciado em 2011 em áreas prioritárias, como a nascente do Rio Ipitanga, em Simões Filho (restauração patrocinada pela Concessionária Bahia Norte), a mata ciliar do rio Bandeira, afluente do rio Camaçari (patrocinada pela Arembepe Energia, Braskem e Deten Química) e a mata ciliar da barragem de Santa Helena, em Dias D’Ávila.

As primeiras cinco mil mudas a serem plantadas em 2012 são de espécies de Mata Atlântica. Eles serão colocadas na área ciliar do Rio Bandeira, afluente do Rio Camaçari, atrás do Morro da Manteiga, em Camaçari. Além do plantio, o projeto se empenha no monitoramento e manutenção das áreas plantadas, aspectos decisivos para o sucesso dos processos de restauração florestal. Para realização do trabalho, a Fábrica de Floresta conta com o envolvimento das comunidades de Camaçari e Dias D’Ávila.

O projeto Fábrica de Florestas é mantido pelo Instituto Corredor Ecológico Costa dos Coqueiros ( Incecc), que, conta, por sua vez, com o apoio do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari – Cofic, Cetrel, Braskem, prefeituras de Camaçari e Dias D´Ávila, dentre outros parceiros. Em 2011, o projeto foi responsável pela produção de 400 mil mudas, sendo 121 mil delas plantadas numa área de 28 hectares.

Seguidores