16 de novembro de 2011

Entidades ambientais protestam contra medidas do governo Wagne

Quatro entidades ambientalistas da Bahia (Gambá, Germen, Instituto Búzios e Gaciam) divulgaram documento em que acusam o governador Jaques Wagner de adotar "uma política de esvaziamento do controle social sobre o licenciamento ambiental".

De acordo com A Tarde, como argumento, afirmam que a administração do Estado já tirou os poderes do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Cepram) para dá-los ao diretor do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Também falam que a situação piorou depois que o Executivo mandou um projeto de lei para a Assembleia Legislativa que institui a lincença ambiental por adesão e compromisso (LAC), pela qual a empresa interessada inicia as atividades sem qualquer exame prévio sobre os efeitos. Segundo os órgãos ambientalis, conselheiros do Cepram procuraram o secretário de Meio Ambiente, Eugênio Splenger, para explicar o projeto, mas nunca foram atendidos.
FONTE: BAHIA NOTICIAS

Seguidores