16 de outubro de 2014

Serviço Florestal dos EUA visita Chapada Diamantina

Serviço Florestal dos EUA visita Chapada Diamantina

Os servidores do Parque receberam uma consultoria sobre manejo de trilhas
Serviço Florestal dos EUA visita Chapada Diamantina
Ana Gouveia
ana.gouveia@icmbio.gov.br

Técnicos do Serviço Florestal dos Estados Unidos visitaram no mês de setembro o Parque Nacional Chapada Diamantina (BA) para prestar consultoria sobre manejo de trilhas, em especial na trilha da Cachoeira da Fumaça, no município de Palmeiras, principal atrativo da Unidade de Conservação (UC). O encontro aconteceu entre os dias 23 e 28 de novembro .
De acordo com o chefe do Parque, Bruno Lintome, as trilhas são bem procuradas pelos visitantes, o que causa impacto sobre os recursos naturais a médio prazo. "Temos muitos atrativos para o uso público. Por isso, é importante haver um manejo, justamente para evitar erosão e degradação do meio ambiente. Além disso, as trilhas precisam ser bem feitas para que o turista não ande pelo Parque sem rota", explicou Lintomen.
Com experiência em engenharia de estradas e trilhas, dois técnicos do Serviços Florestal dos EUA, acompanhados de um tradutor, realizaram um Workshop sobre técnicas de manejo voltadas para a trilha da Cachoeira. O objetivo é aumentar o conhecimento da equipe do parque e dos guias da região, que poderão repassar as informações aos turistas. Atualmente, a cachoeira da Fumaça é a segunda maior do Brasil, com 340 m de altura, e recebe em média 15 mil visitantes por ano.
"O Parque da Chapada Diamantina tem um papel importante na conservação de espécies endêmicas, que são aquelas encontradas apenas em uma determinada região do mundo. Entre essas espécies, a planta conhecida por "sempre-viva" (Helichrysum bracteatum) só existe na região de Mucugê, município que fica dentro do Parque. A região apresenta vários ambientes naturais como a Floresta Mata Atlântica, o cerrado e a caatinga. A mistura desses três ecossistemas produz um ambiente único", finalzou Lintomen.

Seguidores