17 de junho de 2013

REMOÇÃO DE RODOVIAS URBANAS É TENDÊNCIA ECOLÓGICA MUNDIAL

http://www.oeco.org.br/datacidades/27270-remocao-de-rodovias-urbanas-e-tendencia-ecologica-mundial

Em todo o planeta, rodovias de alta velocidade em regiões centrais das cidades têm sido gradualmente desativadas e substituídas por alternativas não só mais eficientes, mas também mais ecológicas. É o que aponta o estudo "Vida & Morte das Rodovias Urbanas", cuja versão em português foi apresentada na semana passada pelo Instituto de Políticas de Transporte & Desenvolvimento (ITDP Brasil) e a EMBARQ Brasil. O documento, publicado originalmente em inglês em 2012, aponta a tendência mundial de remoção de vias expressas em centros urbanos.
O relatório está disponível em: https://docs.google.com/file/d/0B1ABrS566lUCTXBJOFpJUTVpUFE/edit?usp=sharing&pli=1
Conforme o estudo, a desativação de pistas de alta velocidade e tráfego intenso de automóveis no centro de cidades acontece:
•Pelo alto custo para manutenção, reconstrução e reparo;
•Devido à degradação das áreas no entorno, isolamento e desvalorização de imóveis;
•Para abrir espaço para o desenvolmento urbano de áreas degradadas;
•Para garantir acessibilidade às margens de cursos d’água urbanos;
•Por eficiência (rodovias funcionam bem para tráfego a longas distâncias e alta velocidade, mas são menos eficientes para transporte urbano que outros modais, como corredores de ônibus, por exemplo)

Seguidores